O futuro da contabilidade está na economia compartilhada?

Há inovações acontecendo em todas as áreas. Por isso, será preciso à contabilidade se adaptar. Quem não fizer isso ficará para trás.

Escritórios pequenos muitas vezes não conseguem competir de igual com grandes escritórios e ainda sofrem com a forte concorrência. Como está seu escritório contábil nesse cenário?
Que tal brigar com os peixes grandes do mercado investindo pouco?

Utilizando o conceito de marketing contábil compartilhado através de plataformas digitais para publicidade e captação de novos clientes, o contador Rogerio Fameli se destacou no mercado com um novo empreendimento chamado Abertura Simples. O lançamento ocorreu em abril do ano passado e os contadores associados atualmente já formam a maior rede de escritórios contábeis do Brasil.

Três fatores inspiraram e definiram o modelo do Abertura Simples: a exigência para que se entenda, de fato, o negócio de contabilidade, com foco na estratégia e no resultado; a economia compartilhada, com oferta de serviços integrados e com alta eficiência; e a demanda por um novo formato e oferta de serviços de comunicação, seguida de uma remuneração diferenciada.

Em cidades com até 50 mil habitantes o valor do investimento para participar do projeto como associado, ter uma unidade exclusiva em sua cidade e acesso a todos os conteúdos e poder compartilhá-los em suas redes sociais é de R$ 199,00 por mês.

 

Deixe uma resposta